11/05/2016

Não seja vítima do seu destino, seja protagonista da sua história!

Olá, pessoas deprimidas, anciosas e estressadas.
Hoje o post é para vocês.
Talvez você que está lendo esssa escrita esteja se sentindo assim, ou alguém que conhece esta nessa situação.
Quando perdi a visão em 1999 tinha duas escolhas a fazer:

1. Entregar meu destino eternamente a depressão.

2. Lutar para superar aquela situação dramática que me encontrava.

No entanto, tinha duas opções para escolher como seria meu futuro.
Decidi optar pela segunda opção e comecei a pegar cada nova oportunidade com as duas mãos.
Em 1999 aprendi a escrita Braille em dois meses.
Em 2002 decidi cursar História, sendo assim, fui atrás de bolsa de estudo de 50% para conseguir estudar, afinal não estava trabalhando e não conseguia bancar o curso.
Em 2004 através do SENAE realizei curso de informática para cegos.
Em 2008 consegui emprego em POA e vim para cá trabalhar.
Percebam eu poderia ter cruzado os braços e não ter feito nada por mim, mas encarei a realidade com determinação, pois tinha um propósito de vida, que era superar-me em todos os sentidos e ser alguém na vida.
Decidi que minha vida não seria um livro em branco, sem ter o que contar para as próximas gerações, optei por deixar uma marca no mundo!
Cada situação vivida e superada, não foi fácil, foi desafiadora.
Posso dizer que ter aprendido a andar de bengala aqui em POA a quase 8 anos atrás foi o maior desafio.
Naquele momento decisivo, aprender a andar de bengala não era um problema, era a solução de muitos problemas.
Ser independente foi a maior conquista depois da perda da visão.
Poderia ter encarado as dificuldades que encontrei ao longo dessa caminhada com ansiedade ou estresse, devido as calçadas de POA serem cheias de buracos e obstáculos, mas é preferível agir com determinação e bom humor, pois ser carrancudo e mal humorado tráz péssimas consequências para agente.
No passado algumas pessoas se manifestaram dizendo que tudo que pensava era um sonho impossível de se realizar, graças que não dei ouvidos para elas, senão estaria ainda lá em Giruá trancafiada em casa, sem ter o que fazer, só pensando no dia da morte.
Portanto, uma atitude faz a diferença na vida da pessoa, sou feliz por ter tido coragem de romper com os padrões predominantes na nossa sociedade como o comodismo, a estagnação e o medo que bloqueia tantas pessoas, impedindo-as de serem felizes.
Desta forma, quem deve correr atrás dos seus ideais é só você, pois a sua atitude que vai fazer a diferença na sua vida e vai impactar no seu futuro, sendo assim, encare a vida com menos pessimismo, menos falta de vontade de fazer as coisas acontecer, pense que você nasceu para ser feliz e nada nem ninguém vai atrapalhar ou achar que você não pode chegar no topo da montanha por exemplo.
Acredite em você e comece sua caminhada, os resultados você colhe com o tempo, eu estou tendo resultados, se você ainda não, pense positivo e faça a diferença no mundo!
Enfim, não seja vítima do seu destino, seja protagonista da sua história!

Gostou dessa reflexão?
Então deixe seu comentário ou compartilhe com seus amigos!

0 comentários:

Postar um comentário