21/07/2017

Diga não a violência psicológica na criança!

Boa tarde pessoal!
Desejo um final de semana maravilhoso a todos.
Recentemente presenciei uma situação constrangedora que considero violência psicológica na criança.
Acho muito feio adultos com titulação de educadores tratarem as crianças como seres não pensantes e como se fossem criminosos infantis.
A falta de reflexão antes de botar a "boca no mundo" torna certos adultos abomináveis por seus comportamentos exacerbados diante de "coisas de criança".
Desta forma, há momentos que os adultos são piores que as crianças.
Considero violência psicológica pais, educadores e demais pessoas, falarem mal da criança na sua frente, pois esta atitude leva ao constrangimento, sendo causadora de revolta, tristeza e comportamentos arredios por parte dos pequenos.
No entanto, esses dias fiquei com uma péssima impressão de um adulto que fez um comentário exacerbado de uma criança que ainda não sabe falar para expressar sua versão dos fatos.
Percebi a criança constrangida com o discurso fatídico do adulto, lamentávelmente, a "pequena", não sabe falar para se defender.
Esta situação me fez pensar como pode ser trágico uma pessoa despreparada trabalhar com criança, pois em questão de segundos consegue apagar seu sorriso, destruir sua autoestima e atrapalhar seu desenvolvimento intelectual.
Portanto, diga não a violência psicológica na criança e se presenciar tal situação, manifeste sua opinião em defesa da mesma!

0 comentários:

Postar um comentário