22/02/2019

Criança Sofre Preconceito

Olá, pessoal!
Desejo uma sexta maravilhosa a todos!
Acredite, criança sofre preconceito, suas emoções e sentimentos são ignorados na infância, acarretando em adultos fragilizados, inseguros, deprimidos e com tendência suicida, por isso, cuide bem das suas crianças.

Criança Altista sofre preconceito por ser considerada hiperativa, rebelde e baderneira na escola, por seu diagnóstico ser desconhecido;
Criança com baixa visão sofre preconceito em sala de aula quando não corresponde as expectativas do professor, sem este perguntar se a mesma está enxergando no quadro;
Criança quando faz birra na rua, ou no shopping sofre preconceito, durante o episódio vários "olhares" julgam indevidamente aquele ser, imaginando ser mal-educado, rebelde ou possuidor de doença mental, sendo desconsiderado estar cançado ou com sono;
Criança com deficit de atenção e aprendizagem sofre preconceito quando a professora separa "bons e maus" alunos da turma, acreditando erroneamente que está fazendo um bem, não percebendo que está praticando a exclusão;
Criança obesa sofre preconceito por comer descontroladamente, sem ser verificado se tem problemas emocionais;
Criança com paralisia cerebral leve sofre preconceito quando é excluida das duplas ou trios de trabalho em sala de aula e nem o professor intervêm colocando o mesmo num grupo;
Criança com problemas neurológicos sofre preconceito quando não consegue memorizar e aprender tudo com a mesma facilidade dos demais coleguinhas;
Criança com Síndrome de Down sofre preconceito na cômbi escolar quando é chamada de "ET" por ter um rostinho diferente dos demais;

Nestes atos preconceituosos todos acreditam que o problema está na educação da criança e ninguém se pergunta se o problema está no "olhar" julgador.
Ninguém se pergunta sobre suas bagagens culturais e experiências de vida com tais crianças, apenas questiona as mesmas inadequadamente baseado em critérios ultrapassados.
Na verdade todas as pessoas deveriam pegar na mão da criança e lhe ajudar a percorrer um belo caminho na existência, sem olhar para suas diferenças com preconceito.
Toda criança está num processo de formação educativa, ninguém deveria abalar suas emoções tão precocemente, evitando se tornarem pessoas fragilizadas na idade adulta.

Desta forma, trate com amor as crianças, não ignore sua realidade de vida, não julgue suas emoções e sentimentos.
Plante amor, não plante ódio, sua atitude será lembrada no futuro por cada criança que conviver.
Na infância a criança não entende o que é o preconceito, falo por experiência própria, mas quando crescemos compreendemos perfeitamente o significado desta palavra na alma!

Gostou desta reflexão?
Então, compartilhe com seus amigos!

0 comentários:

Postar um comentário