05/10/2016

Dicas de etiqueta com as grávidas com deficiência

Olá, pessoal!
Logo a Natália vai completar um ano e dois meses de vida e lembro como se fosse hoje dos comentários recebidos na descoberta da gravidez, muitos comentários positivos e ao mesmo tempo negativos.
Hoje posso dizer com convicção:
Há pessoas que tem o talento de tornar a gravidez das mulheres deprimente por seus pensamentos incoerentes.
Concerteza, na gestação a mulher fica mais sensível, mas certas pessoas tem o dom de fazer com que a mulher fique mais abalada, seja através de um comentário, expressão ou ação.
Desta forma, vou deixar algumas dicas de comportamento que precisam ser respeitadas durante a gestação das mulheres com deficiência.

1. Jamais questione se a gravidez foi planejada.
É falta de educação se meter no livre arbítreo das pessoas.
Portanto, só diz respeito se a gravidez foi planejada ou não, a grávida e o pai da criança.
Para quem não convive com mulheres com deficiência, saiba que elas também planejam a gestação.

2. Jamais faça comparação com gestantes sem deficiência.
É muito feio ficar comparando uma grávida com a outra, especialmente das sem deficiência com as com deficiência.
Como sabemos cada caso é um caso e você não é a obstetra da mulher.

3. Respeite os direitos das mulheres grávidas com deficiência.
Não é porque uma mulher tem deficiência que não pode ser mãe, com certeza se é seu desejo, se preparou para este momento.
No entanto, não cabe a você questionar a escolha de ser mãe dessa mulher.

4. Não menospreze as capacidades das gestantes com deficiência.
É muito feio mulheres sem deficiência considerarem incapaz a gestante com deficiência, especialmente de estarem a par de seu período gestacional.
Tem mulheres com deficiência que superam as sem deficiência em se tratando de consciência e cuidados gestacionais.

5. Respeite as decisões da gestante com deficiência.
Nenhuma grávida vai tomar decisões pensando em errar.
Todas querem fazer o melhor por si e por seu filho, isso não é diferente com relação as mulheres com deficiência.
Então, mesmo que você pense diferente, respeite as decisões que ela tomar.
As mulheres com deficiência são concientes das suas ações.

Espero que essas dicas sejam úteis!

As grávidas com deficiência vai meu abraço carinhoso neste momento especial!

0 comentários:

Postar um comentário