20/05/2019

Entendendo a Vida dos Casais com Deficiência Visual

Bom dia pessoal!
Desejo uma semana maravilhosa a todos!

Hoje pretendo comentar um pouco da rotina dos casais com deficiência visual para conhecimento desta realidade, pois muitas pessoas supõe a vida das pessoas cegas de forma errada, o que em determinadas situações constrange e entristece devido certos comentários errôneos.

A maioria dos casais com deficiência visual moram sosinhos e cuidam dos seus filhos com independência.
No momento temos faxineira em casa para ajudar na limpeza do lar, mas nem sempre foi assim, devido as condições financeiras e acho que é assim nas famílias sem deficiência.
No entanto, sei lavar louças, roupas, limpar a casa, passar a roupa, sendo assim, sabendo cuidar da casa como as demais mulheres sem deficiência.
Se algum dia não puder bancar mais a faxineira, consigo dar conta da limpeza do lar tranquilamente.
Gosto muito de decoração, portanto, a escolha dos objetos decorativos da casa é por minha conta.
Referente aos cuidados da Natália nós que damos banho e cuidamos da compra das roupas, em situações específicas como niver da Natália, por exemplo, gosto de levar alguém que enxerga comigo nas lojas comprar o vestido do niver, pois percebo falta de preparo das atendentes das mesmas para explicar os detalhes de um lindo vestido de festa.
Na nossa casa, somos nós que preparamos nossos alimentos, fazemos compra no mercado, farmácia, lojas de roupa e calçados.
Temos noção de tudo que temos dentro de casa, do que nossa filha necessita e tentamos dar ótima qualidade de vida a nossa amada Natália.
Sou graduada em História, meu marido em Ciências da Computação, trabalhamos e somos capazes de administrar nosso lar, nossa vida e cuidar da nossa amada filha.
A Natália tem uma infância como as demais crianças, por isso, jamais pense que ela deve ser nossa cuidadora, pois nós pais cegos temos a responsabilidade de lhe amar, cuidar e proteger como qualquer pai sem deficiência.
As pessoas sem deficiência tem a possibilidade de ter o próprio carro, no entanto, nós cegos usamos bastante o carro através dos aplicativos de celular, sendo assim, usar carro através de aplicativo não significa falta de independência para se locomover, é qualidade de vida.
A sociedade precisa evoluir para oportunizar as pessoas com deficiência acessibilidade, proporcionando Inclusão de verdade!
Portanto, jamais julgue as capacidades de uma pessoa com deficiência sem conhecimento de causa, conheça sua realidade para depois fazer uma análise crítica ou construtiva.
Acredite, nossa rotina é tão parecida como a de pessoas sem deficiência, a limitação visual que temos é superada através dos outros sentidos.
Enfin, tenha mentalidade inclusiva, acredite nas potencialidades das pessoas com deficiência, pois se a vida não é plenamente perfeita para nós, concerteza não é para as pessoas sem deficiência, problemas e limitações todo mundo enfrenta algum dia na vida.
Desejo que jamais pensem que somos infelizes por termos uma deficiência, acredito, que somos abençoados por Deus e temos uma vida tão próspera quanto a das pessoas sem deficiência.

Gratidão Deus pela oportunidade de crescimento pessoal que estou adquirindo nesta existência e cumprindo a missão terrena com maestria!

0 comentários:

Postar um comentário